laptop

Dicas de Como Começar a Importar da China

Importar da China poderia fazer você milhares de reais, mas também pode ser um processo assustador e arriscado. Confira as nossas dicas para saber por onde começar.

navio-da-china

A China apresenta grandes oportunidades para o seu negócio, independentemente de você já estar no mercado há algum tempo ou apenas começado.

Mas, para ser bem-sucedido em seu negócio de importação, você precisa encontrar o fornecedor certo. Isso é extremamente importante, considerando que existem milhares de fornecedores que estão competindo para fazer seu produto.

Entenda os principais aspectos que você deve conhecer para ter sucesso com seu projeto de importação e descobrir como importar da China com sucesso.

Usando sites especializados

Fornecedores na China podem ser encontrados diretamente através de sites como madeinchina.com e alibaba.com.

Você pode economizar dinheiro fazendo a sua própria seleção de produtos e assim ter o controle total sobre o processo, mas também tem um risco mais elevado já que a maioria dos sites não têm fortes mecanismos de verificação fornecedores.

Se você decidir ir por esse caminho, esteja ciente de que pode levar uma grande quantidade de tempo, e se você for incapaz de encontrar um fornecedor legítimo, pode realmente custar-lhe mais dinheiro no longo prazo.

Usando uma empresa de comércio exterior

Empresas comerciais que atuam como um intermediário em seu nome e buscam seus produtos da China também tem vantagens e desvantagens.

Por exemplo, normalmente eles falam a língua e entendem o negócio e cultura chinesas, o que contribui para uma comunicação eficaz. Eles já tem relações estabelecidas com certas fábricas também, permitindo que você faça um pedido menor no começo.

Por outro lado, muitas empresas comerciais tem suas comissões pagas pelos fornecedores, portanto as fábricas que eles recomendam podem não ser as mais adequados às suas necessidades. Além disso, usando uma empresa de comércio infla os custos, como a empresa de trading faz a sua margem em cima do preço de fábrica.

Visitar feiras na China

Outra forma de encontrar fornecedores é visitar feiras na China, como a Feira de Cantão.

Você se encontra pessoalmente com fornecedores permitindo um relacionamento mais próximo com eles (um aspecto vital de negócios bem sucedidos na Ásia) e pode ajudá-lo a determinar a legitimidade do negócio. Você pode ser capaz de colocar a sua encomenda no local, e pode até mesmo ser capaz de visitar e inspecionar a fábrica.

No entanto, a participação em feiras pode ser muito cara e grande. Sem experiência e compreensão da língua e da cultura, não há nenhuma garantia de que você vai encontrar o fornecedor certo.

Usando uma empresa de terceirização

Uma das mais seguras e melhores opções de valor para o dinheiro quando importação da China é a utilização de uma empresa de terceirização profissional, baseada em seu país. A maioria é bastante experiente no comércio internacional e muitos são focados no crescimento de seu negócio para torná-lo um sucesso.

Esta abordagem é susceptível de ter um custo mais elevado do que a gestão do processo por si mesmo, como algumas empresas de terceirização profissional cobram taxas de serviço e uma percentagem do valor do pedido.

Mas, como você estará lidando com uma empresa local, com equipes experientes na China e conhecimento cultural e linguística inerente, a comunicação com fornecedores chineses será simples e eficaz, dando a seu projeto de importação de uma excelente chance de sucesso .

Faça sua pesquisa

É vital que você mesmo faça uma pesquisa relevante, pois a escolha da opção incorreta para o seu negócio poderia custar-lhe tempo e dinheiro. Em caso de dúvida, consulte outras pessoas que seguiram este caminho antes de você, ou procurar aconselhamento profissional.

Depois que você tiver sucesso no processo de importação, vai ter que aprender a fazer um marketing profissional, do contrário pode ficar com todos os produtos que comprou encalhados.

Encontrei este site com dicas de marketing e como divulgar sites: www.destinointernet.com

Como Criar Um Website

A maioria dos seus clientes vão querer encontrar o seu negócio na internet. Se você está vendendo seus produtos online ou simplesmente quer fornecer algumas informações sobre o seu negócio e contato, ter um website é essencial.

É uma boa ideia parar para pensar sobre o que você espera alcançar com o seu site antes de começar a criar um. Pesquisando sites de seus concorrentes pode ajudá-lo a ter uma ideia clara do que pode funcionar melhor para você.

Para criar um site, você precisa seguir quatro passos básicos.

1. Registre seu domínio

Seu nome de domínio deve refletir seus produtos ou serviços para que seus clientes possam facilmente encontrar o seu negócio através de um motor de busca como o Google. Seus clientes podem também esperar que o seu domínio seja  semelhante ao seu nome comercial.

Seu nome de domínio também será usado para o seu endereço de e-mail. Enquanto você pode usar um endereço de e-mail gratuito, como o Hotmail, o envio de e-mails a partir de um endereço comercial parece mais profissional.

No Brasil você deve registrar o seu domínio no RegistroBr

2. Encontre uma empresa de hospedagem web

Você terá que encontrar uma empresa de hospedagem para hospedar seu website e alguns casos conseguir um bom pacote com domínio também.

Mensalidades para web hosting variam de acordo com o tamanho do seu site e quantas visitas você recebe.

3. Prepare o seu conteúdo

Pense no que você quer que seus clientes façam em seu website. Isso irá ajudá-lo a descobrir o que categorias ou páginas deseja incluir. Considere que informações ou transações seus clientes vão fazer e garante que o site está estruturado de forma a tornar mais fácil para eles encontrarem o que precisam e fazerem as coisas que querem.

Assim como você pode contratar um profissional para criar o layout do seu site, você também pode querer considerar a contratação de um profissional para criar o conteúdo.

Um site que é bem projetado e fácil de navegar vai ajudar sua empresa a se destacar. Tendo  conteúdo e imagens relevantes e adequadas irá ajudar os clientes a compreender os seus produtos e serviços e fará com que eles se sintam confortáveis ​​com a compra de seu negócio.

4. Construa seu website

Você pode construir seu próprio site ou contratar um desenvolvedor. Websites precisam ser sempre atualizados, por isso certifique-se de planejar uma manutenção contínua.

Você pode utilizar ferramentas de construção de sites. O conceito é semelhante a um processador de texto onde você inclui o texto e imagens e sua página é publicada na web.

Ter alguém para construir seu site é uma boa ideia se você é novo no mundo do negócio on-line. Um desenvolvedor pode construir o seu site de forma rápida e da boas dicas de design que funciona. Contratar um profissional pode ser particularmente útil se você estiver querendo montar uma loja virtual ou oferecer outros serviços através de seu website.

Você vai precisar para projetar seu site para que ele possa ser facilmente usado em smartphones e outros dispositivos móveis. Otimizar o seu site para uso móvel significa que o número crescente de pessoas que usam celulares e tablets para acessar a internet podem usar o seu site enquanto.

Dicas úteis para a criação de um website:

  • Pense sobre o que seus clientes querem saber, não apenas o que você quer ddizer.
  • Use profissionais para ajudá-lo.
  • Atualize seu site regularmente.
  • Certifique-se de seus detalhes de contato estão corretos e fácil de encontrar.
  • Promova o site em seu material de marketing e cartões de visita.
  • Descubra como você pode fazer seu site se posicionar bem nos motores de busca, como Google. Isso é chamado de Search Engine Optimization (SEO).

Descubra as Vantagens e Desvantagens do Linux

Você é um novo usuário Linux e quer saber quais são as verdadeiras vantagens do Linux sobre o Windows? Existem várias vantagens, e é claro, algumas desvantagens de usar o sistema operacional Linux.

Este artigo aborda 5 vantagens da utilização de Linux sobre o Windows, e lista algumas desvantagens também.

Vantagens do Linux:

Custo – A vantagem mais óbvia de usar Linux é o fato de que ele é grátis, enquanto que os produtos da Microsoft são pagos e muitas vezes caras. Licenças da Microsoft normalmente só estão autorizados a ser instaladas em um único computador, enquanto que uma instalação Linux pode ser instalado em qualquer número de computadores.

Segurança – Na mesma linha dos custos, a segurança Linux é muito mais forte do que a do Windows. Por que você tem que gastar o dinheiro extra com software anti vírus?

O sistema operacional Linux foi criado no início dos anos noventa e conseguiu se manter seguro por todos esses anos. O argumento do desktop Linux não ser tão amplamente utilizado é válido para explicar a não existência de vírus.

O contra argumento é que o sistema operacional Linux é open source e se houvesse um vírus disseminado Linux, haveria centenas de patches lançados amanhã, seja por pessoas comuns que usam o sistema operacional ou pelos responsáveis da distribuição. Não é preciso esperar por um patch de uma única empresa, como fazemos com o Windows.

Escolha (Liberdade) – O poder de escolha é uma grande vantagem Linux. Com o Linux, você tem o poder de controlar quase todos os aspectos do sistema operacional.

Duas características principais que você tem o controle são o visual do seu desktop e os gerenciadores de janela, e o kernel. No Windows, você está preso ao desktop padrão.

Software – Há tantas opções de software, quando se trata de realizar qualquer tarefa específica. Você poderia procurar um editor de texto no Freshmeat com milhares de resultados.

As opções são maiores pois o Linux tem código aberto. Os usuários normais e programadores contribuem com aplicativos o tempo todo. Às vezes é uma simples modificação ou recurso de aprimoramento de uma parte do software, às vezes é um novo aplicativo.

Além disso, o software no Linux tende a vir com mais funcionalidades e maior usabilidade se comparado aos programas no Windows. O melhor de tudo, a grande maioria de softwares para Linux são de código aberto.

Não só você está recebendo o software sem nenhum custo, mas você tem a opção de modificar o código-fonte e adicionar mais recursos se você entender a linguagem de programação. O que mais você poderia pedir?

Hardware – Linux é perfeito para aqueles velhos computadores com quase nenhum poder de processamento ou. Você pode instalar Linux e usá-lo como um firewall, um servidor de arquivos, ou um servidor de backup. Há infinitas possibilidades.

Desvantagens do Linux:

Entendimento – Familiarizar-se com o sistema operacional Linux requer paciência, bem como uma curva de aprendizagem forte. Você deve ter o desejo de ler e entender as coisas por conta própria, ao invés de ter tudo feito para você.

Compatibilidade – Por causa de sua natureza livre, o Linux fica, por vezes, atrás da curva quando se trata de nova marca de compatibilidade de hardware. Embora os contribuintes do kernel e mantenedores trabalhem duro para manter o kernel atualizado, Linux não tem o apoio das empresas como sistemas operacionais alternativos. Às vezes você pode encontrar aplicativos de terceiros, às vezes você não pode.

Programas alternativos – Embora os desenvolvedores de Linux têm feito um grande trabalho na criação de alternativas para aplicativos populares do Windows, ainda existem alguns aplicativos que existem no Windows que não têm aplicação Linux equivalente.

Agora que você conhece as vantagens e desvantagens do Linux pode tomar uma melhor decisão sobre qual sistema operacional pode utilizar. E lembre-se que o Linux tem grande flexibilidade e pode ser utilizada em qualquer máquina.

Saiba mais sobre o linux: http://www.ubuntu.com/ e http://www.linux.org/